3 atitudes para se destacar no trabalho


Faça isso hoje mesmo, e impressione positivamente os gestores e colegas.



Não tem um dia sequer que uma mulher não me peça dicas sobre como conquistar mais visibilidade na empresa, quais os pré-requisitos para assumir cargos de liderança ou qual o caminho mais fácil para a sonhada promoção.


Receitas prontas para tudo isso, felizmente, eu não tenho. Como mulher, entendo que a graça toda está em potencializar e expressar as nossas características únicas.


Os comportamentos que atrasam o sucesso das mulheres:


Decor mesmo, só a lista de itens que continuam impedindo que mais mulheres cheguem ao topo:


  • Relutar em alardear as suas conquistas

  • Não se posicionar

  • Minimizar o impacto das suas contribuições

  • Centralizar tarefas

  • Relutar em delegar


Esses são só alguns dos pontos gerais. Há aqueles mais profundos, por exemplo:


Mulheres adoram distribuir e dividir créditos e méritos, esperando que, em contrapartida, alguém as recompensem, espontaneamente.


Aquela autossabotagem que, no fundo, nos protege do rótulo da vaidade excessiva. “E se acharem que estou me achando, que a minha vaidade está muito aflorada?".


Mas, cá entre nós, será que é tão comum assim receber elogios espontâneos por metas atingidas, sem que você esteja numa reunião de resultados?


Outra ideia perigosa é a de se envolver com todos os detalhes e processos de um departamento, numa tentativa desastrosa de ser insubstituível.


Neste caso, o melhor que pode acontecer é essa profissional, de fato, não ser substituída nunca, nem mesmo ascendendo para um cargo melhor.


E, como se não teto de vidro suficiente, no ambiente empresarial, no silêncio de nossos afazeres, a bendita voz que se esforça em lembrar que não somos boas o suficiente, que somos uma farsa ambulante: a chamada Síndrome da Impostora.


Essa síndrome tem ficado famosa e eu acho muito bom que ela continue assim, pois devemos jogar luz sobre as nossas sombras, dar nome a elas. O combate é justo quando conhecemos a face e o nome do inimigo.


Autoconhecimento para expressar o seu melhor, no ambiente profissional


Agora, com detalhes apresentados, talvez fique mais fácil trilharmos o caminho e acharmos as respostas para as questões: “Por que não me notam? Como viro este jogo? Como eu me destaco?”


Neste caso, mais do que virar o jogo, mulheres que têm dificuldade em se destacar, precisam virar uma “chavinha” dentro delas, uma chave que traz autoconhecimento e coragem para expressar o seu melhor, e que, por isso, aproxima-as das suas metas.


Apresento. então, 3 passos simples para que as mulheres obtenham reconhecimento profissional, com menos gasto de tempo, dinheiro e energia.


1. Distribua mais feedbacks Positivos


Tem gente que escuta a palavra feedback e já sente aquele ambiente pesado, o famoso “climão”. O que fizeram com a palavra feedback, não?!


O feedback positivo que sugiro aqui é aquele em que você passa a liderar uma nova dinâmica de elogios com o seu gestor(a). Experimente começar com “é muito bom trabalhar com você, porque...”


Ao elogiar, você estimula a outra pessoa a te dar um retorno também, e isso faz com que ela própria enxergue o valor que você tem para a corporação.


2. Compartilhe um aprendizado


Compartilhar o que sabemos, além de ser um ato de generosidade, mostra que somos profissionais em atividade. Não estagnamos nunca.


Estar sempre disposta a ensinar, seja com o que aprendeu em um curso, livro ou até mesmo em uma série da Netflix, demonstra a alegria em cuidar do outro, em contribuir para o crescimento da equipe.


Em suma, quando um gestor precisa delegar alguma tarefa importante, ele vai se lembrar de quem está sempre disposta a aprender e a transmitir conhecimento, pois este é um sinal de boa gestão do tempo.


Você vale mais quando ajuda as pessoas. Pense nisso!


3. Apareça! Quem não é visto, não é lembrado


2020 e 2021 foram anos das reuniões online. Mas, em quantas delas, a sua câmera estava ligada? Nem sempre o cenário será o ideal, mas a vulnerabilidade em se fazer presente faz a diferença.


Mostre-se! Profissionais que estão no jogo, com a pele em risco, são dificilmente esquecidos.


Se estar em frente às câmeras for extremamente desafiador, ensaie! Aproveite e reveja suas fotos de perfil nas redes sociais, avalie quais cores ficam melhor em você, apresente-se sempre de bom ânimo.


Autocuidado faz bem para nós mesmas, deixa-nos autoconfiantes. E, se bater a dúvida se ajusta ou não a maquiagem, antes de uma reunião com a equipe, anote para se lembrar: ninguém dá projetos ambiciosos para profissionais com aparência cansada ou inacessíveis.


Por fim, gostaria de frisar que as mudanças chegam, quando fazemos o que fazemos com alma. Não encare estes pontos como mais tarefas da sua lista infindável, mas como o maior projeto de todos: o da ascensão da líder que você nasceu para ser.


Vamos continuar essa conversa sobre Carreira Feminina na sua empresa? Solicite uma proposta de palestra pelo email: priscilla@priscilladesa.com

0 comentário